900 famílias cristãs recebem socorro imediato no Nepal

informativo

900 famílias cristãs recebem socorro imediato no Nepal A pandemia de COVID-19 agravou a vulnerabilidade dos cristãos já boicotados pelas comunidades Desde 2015, em 20 de setembro é comemorado o Dia da Constituição do Nepal. Apesar da legislação admitir que o país é multiétnico, multilíngue e multirreligioso, há uma restrição à pregação do evangelho e conversões. As pessoas que cometem esses atos estão sujeitas às penalizações, como prisões. Durante a pandemia de COVID-19, o pastor Keshav Acharya foi detido duas vezes sob a acusação de espalhar falsos boatos sobre o coronavírus. Além disso, muitos cristãos nepaleses pediram socorro à Portas Abertas, pois não tinham como se alimentar, já que o isolamento social fez com que perdessem os empregos. Entretanto, as necessidades de 900 famílias cristãs foram atendidas. “Não tínhamos apoio de lugar nenhum. Minha família estava ficando sem comida e eu lutava para alimentar meus filhos. Agradeço esta equipe que veio com amor, compaixão e encheu nossa cozinha de comida. Eles nos encorajaram e oraram por nós", testemunha Geeta*, uma das beneficiadas. O parceiro local, Hiren*, compartilhou que nas áreas mais rurais do país, as pessoas são boicotadas socialmente quando decidem seguir a Jesus. “Elas não têm acesso a instalações públicas (como poços), têm oportunidades de trabalho negadas e estão socialmente isoladas”, explica. Toda essa exclusão coloca os irmãos e irmãs em situações vulneráveis, elas foram agravadas pelo isolamento social. “Ficamos sabendo de muitos trabalhadores cristãos pobres e marginalizados, famintos e precisando desesperadamente de ajuda e assistência. Fizemos pesquisas, para encontrar pessoas necessitadas, com igrejas e nossos parceiros locais. Vários não tinham recebido nenhum apoio de qualquer lugar e careciam de alimentos e outros itens básicos”, explica o colaborador. Os pacotes entregues para as famílias necessitadas incluíam arroz, lentilha, especiarias, óleo e itens de higiene. Cada kit foi suficiente para alimentar uma família de quatro pessoas por um mês. “Foi realmente um desafio para nós, pois algumas partes da região foram fechadas pela administração local, devido a um aumento nos casos de COVID-19, e tivemos que esperar alguns dias. Embora corrêssemos o risco de contrair o vírus, pela graça de Deus e com os melhores equipamentos de proteção, fomos capazes de distribuir ajuda humanitária sem problemas”, reconhece Hiren. As pessoas que receberam o socorro ficaram gratas e puderam perceber o cuidado de Deus com elas. “Elas testificaram que perceberam o amor de Cristo muito claramente e que também foram incentivadas a buscar o Senhor e a passar um tempo valioso com ele” finaliza o cristão. * Nomes alterados por segurança. Pedidos de oração No Dia da Constituição do Nepal, peça que os governantes criem leis que respeitem a liberdade religiosa da população. Agradeça a Deus pelo trabalho de distribuição de alimentos para 900 famílias. Que todos se aproximem mais de Jesus e sejam supridos nas necessidades. Peça que as pessoas que perseguem os cristãos nepaleses vejam o cuidado do Senhor com eles, para que sejam impactadas e também se entreguem a Cristo. Fonte: Portas Abertas

Compartilhe