Ex-atriz pornô incentiva os cristãos a se perdoarem depois de pecar:

11/25/2021

06:15:07 AM

informativo

Ex-atriz pornô incentiva os cristãos a se perdoarem depois de pecar: 'Lições podem ser aprendidas' Uma ex-atriz pornô que se converteu ao cristianismo e seu marido pastor compartilharam conselhos sobre como os cristãos podem seguir em frente depois de pecar, não se afundando na autopiedade e na dúvida, mas aprendendo a se perdoar por seus erros do passado.  Brittni De La Mora, autora e palestrante que já trabalhou na indústria pornográfica, e seu marido, o reverendo Richard De La Mora, fundador de “ Love Always Ministres ”, falaram no último episódio de seu podcast “ Let's Talk Purity ” sobre como os cristãos podem "se levantar" quando "pecam e caem". O casal, que está esperando um bebê em março, alertou o público sobre um padrão que comumente ocorre quando os cristãos pecam. Em alguns casos, depois que os cristãos cometem um erro pecaminoso, eles pedem perdão a Deus, mas não acreditam que foram realmente perdoados por Deus. Eles enfatizaram que alguns podem não se perdoar por seus erros porque cederam a “pensamentos que vêm do diabo”.   A dupla afirma que Satanás “ama” condenar os cristãos e é “bom” em fazer os cristãos pensarem repetidamente sobre seus erros pecaminosos, mesmo quando os cristãos buscam o perdão de Deus. “O inimigo ama quando os cristãos cometem um erro. (…) Ele irá tentá-lo, e então ele é o mesmo diabo que irá ridicularizá-lo depois que você cair nessa tentação ”, disse Brittni De La Mora. “Quando você cair, você pode se arrepender e pode se levantar novamente e você pode ter um novo começo.” “Nunca precisamos nos preocupar com o fato de não estarmos de acordo com Deus porque, no momento em que cometemos um erro, podemos abandonar nosso pecado. Podemos pedir perdão a Deus e assim seremos perdoados ”, acrescentou.  Em episódios anteriores do podcast, Brittni De La Mora revelou suas experiências anteriores trabalhando como estrela na indústria pornográfica por vários anos e como ela lutou por sete anos com o vício em várias drogas, incluindo cocaína e Adderall, Xanax e Oxicodona. Mas, ela se tornou uma cristã depois que a palavra de Deus falou a ela em meio a lutas. Desde então, ela foi libertada da indústria e do vício. Agora, como cristã, Brittni De La Mora disse que todo crente deve ter o hábito de aceitar a graça de Deus e perdoar a si mesmo por suas faltas. Ela disse que os cristãos devem perceber que podem “aprender” mais quando enfrentam adversidades e lutas. “Quando tudo não é perfeito, as lições podem ser aprendidas”, disse ela.  “Cada vez que cometi um erro como cristã, aprendi a aceitá-lo porque há uma lição muito boa a ser aprendida”, ela continuou, admitindo que houve momentos em que foi excessivamente crítica e ficou “excessivamente emocional” quando ela pecou. “Eu me sentava lá e me punia por causa disso, [dizendo] 'quem sou eu para pregar o Evangelho?' Acabei de perder a calma com meu marido ou fiquei tentada a mostrar o dedo à pessoa que me cortou. ” Ela argumentou, no entanto, que ninguém, exceto Jesus, é perfeito e comete erros, incluindo figuras bíblicas.  “Mas ainda assim Deus os usaria”, disse ela. “Deus ainda nos ama. Ele não usa isso contra nós. ” Richard De La Mora concorda que, se os cristãos não tomarem cuidado, o diabo conseguirá fazer com que se sintam condenados e que jamais conseguirão superar suas lutas.   “Satanás tenta abusar de você para que possa confundi-lo”, disse ele. Ele se referiu a João 10:10 , dizendo: “o inimigo vem para roubar, matar e destruir”. “Satanás [pode] confundi-lo com as declarações: 'Deus não te ama. Deus não vai te perdoar. Olhe para você. Você cometeu um erro. Vamos. Você está feito, '”ele adicionou. “A realidade é: Satanás acabou, mas você não.”  Os De La Moras disseram que alguns crentes acham cada vez mais difícil superar seus pecados porque passam muito tempo permitindo que seus erros definam quem eles são. “Eu costumava lutar muito com isso porque, quando cometia um erro, ficava sentado ali, pensando e permitindo que isso levasse o melhor de mim”, admitiu Richard De La Mora.  Como pastor, Richard De La Mora disse que se lembra de uma época em que duvidou de suas habilidades de pregação depois que seu tio lhe disse que “a mensagem nunca é tão boa quanto você pensa, e nunca é tão ruim quanto você pensa que foi”. Richard De La Mora disse que pregaria um sermão para uma audiência e, mesmo quando quase 100 pessoas disseram a ele que suas palavras eram uma bênção, ele ainda lutaria contra o sentimento de que havia cometido erros. Como resultado, ele encontrou sentimentos persistentes de arrependimento e refletiu sobre o que poderia ter dito ou feito de maneira diferente enquanto pregava. Richard De La Mora disse que só depois de "receber a graça e a misericórdia de Deus" é que se libertou de pensar demais. “Eu só tive que aprender a me dar um pouco de graça e parar de ser tão duro comigo mesmo”, disse Richard De La Mora aos ouvintes. “Às vezes, somos muito duros com nós mesmos quando cometemos erros.” “Talvez você tenha ficado aquém e assistido pornografia, ou talvez tenha ficado aquém e convido alguém para sair, ou talvez tenha pecado em outra área da sua vida e agora tenha permitido que um erro o obtivesse o melhor de você ”, disse ele. “Se não tomarmos cuidado, podemos permitir que essas mentiras ou erros moldem nossas vidas. Mas, quero dizer a você hoje que Deus pode usar seus erros e transformá-los em uma mensagem. ”  Quando os cristãos se sentam em sua condenação, culpa e vergonha, Brittni De La Mora disse que não "produzirá o que Deus deseja produzir neles". “É por meio de nossas provações e tribulações que desenvolvemos perseverança em nossa fé; desenvolvemos força em nosso espírito ”, disse ela. “Talvez você tenha bebido muitas taças de vinho nos últimos dias, e você pensa, 'Eu sou um cristão horrível e estive bêbado. Tenho gritado com meus filhos e gritando com minha família. ' Deixe-me dizer uma coisa, essa é uma oportunidade para você ficar mais forte. ”  Mesmo que os cristãos possam enfrentar as consequências de seus comportamentos pecaminosos, eles ainda podem encontrar a liberdade, garantiu ela. “Talvez você tenha cortado alguém, ou contado algumas mentiras, ou traiu seu cônjuge”, acrescentou Brittni De La Mora. “Há alguns problemas realmente pesados ​​que alguns de nós estão passando. (…) Temos que lidar com algumas das repercussões de nosso pecado, mas ainda há esperança. Ainda há uma nova vida em Jesus. ”   “Às vezes, podemos aceitar os erros de outra pessoa, mas simplesmente não podemos aceitar nossos próprios erros”, concluiu Richard De La Mora. “E é por isso que acho tão importante que descartemos esses pensamentos todos os dias, dizendo: 'Não sou meu erro. Mas vou usar isso e permitir que isso me ajude a ser melhor, a ser mais maduro e a crescer em Cristo '”. Citando Romanos 8: 1, o casal assegurou que “não há condenação para os seguidores de Jesus Cristo”. Fonte: The Cristian Post

Compartilhe